.
   :: História
   :: Títulos
   :: Símbolos
   :: Ídolos
   :: Esportes Amadores
   :: Lendas
 
   .: Patacoadas
   .: Entrevistas
   .: Downloads
   .: Links
   .: Charges
 
   .: A 3ª Maior do Brasil
   .: Pesquisas
   .: Feminino
   .: Mirim
   .: Famosos
   .: Eventos
   ::  Organizadas
 
 
 
 
 
A Copa do Mundo de Leônidas da Silva
29/06 - 12h50

O Tricolor não contou com jogadores na Copa do Mundo de 1938. Recém-reorganizado, em 1935, o São Paulo ainda engatinhava, buscando novamente se estabelecer como um grande clube do futebol brasileiro.

Contudo, Argemiro, Hércules e Luizinho eram os ex são-paulinos na disputa. Todos eles tricolores até o aliciamento de 1934 ou o fechamento temporário do clube, em 1935.

O que certamente vale apresentar, entretanto, é a história de Leônidas da Silva nessa Copa do Mundo. O Diamante Negro, quatro anos depois dessa atuação sem precedentes, foi contratado pelo Tricolor e transformou o São Paulo Futebol Clube.

O JOGADOR

Maior jogador do Brasil até o surgimento de Pelé, Leônidas da Silva era um atleta veloz, extremamente técnico e que possuía ótima impulsão e elasticidade, característica que lhe rendeu o seu segundo apelido mais famoso: Homem Borracha - criado pelo jornalista francês Raymond Thourmagem, da revista Paris Match justamente durante a Copa do Mundo de 1938.

Tradicionalmente é considerado pelos cronistas nacionais como o inventor da bicicleta - fato controverso, pois teria realizado o movimento pela primeira vez em 1932. Se não inventou, certamente imortalizou e consagrou a jogada. Leônidas da Silva jogou futebol de 1930 a 1950, passando por São Cristóvão, Sírio Libanês, Sul América, Bonsucesso, todos do Rio de Janeiro, Peñarol (Uruguai), Vasco da Gama, SC Brasil, também carioca, Botafogo, Flamengo e, por fim, São Paulo.

Defendeu a Seleção Brasileira com extremo sucesso entre 1932 e 1946, pela qual disputou duas Copas do Mundo, sendo inclusive artilheiro de uma delas. Poderia ter disputado outras duas Copas, enquanto defendia a camisa tricolor, mas a 2ª Guerra Mundial impediu a realização das edições de 1942 e 1946.

Foi contratado pelo São Paulo junto ao Flamengo, em 1942, na transação mais cara da história do futebol sul-americano até então, no valor de 200 contos de réis (em valores convertidos e corrigidos, aproximadamente 195 mil reais).

Por causa de sua idade e tempo sem jogar, os rivais contavam piadas dizendo que o Tricolor tinha comprado um bonde por 200 contos. A história, hoje, ri. Pelo São Paulo, Leônidas foi pentacampeão paulista (1943, 1945, 1946, 1948 e 1949), marcando 144 gols em 212 jogos.

A CAMPANHA

A Copa do Mundo de 1938, realizada na França, seguiu os moldes da anterior e adotou o sistema eliminatório simples, desde a primeira fase. Nessa, o Brasil enfrentou a Polônia, em Strasbourg, no dia 5 de junho. Um grande jogo que terminou empatado no tempo normal em 4 a 4, com vitória brasileira na prorrogação por 6 a 5.

Leônidas marcou três gols na primeira partida. O tento inicial e os mais importantes, os dois gols no decorrer da prorrogação. Tinha estrela, tanta, que um dos gols é atribuído que tenha feito descalço, após perder a chuteira em um lance.

Até a FIFA adotar cobranças de pênaltis após o fim da prorrogação do tempo regulamentar como critério imediato de desempate de partidas, em meados dos anos 70, o que acontecia em situações assim era repetir a disputa do jogo. E foi o que aconteceu nas quartas de final da Copa do Mundo de 1938.

A Seleção Brasileira enfrentou a Tchecoslováquia no dia 12 de junho, em Bordeaux, e empatou em 1 a 1, com gol dele, Leônidas da Silva. Sem alteração no score durante a prorrogação, o jeito foi enfrentar novamente a seleção eslava no dia 14. Desta vez, vitória brasileira por 2 a 1, novamente com um gol do Diamante Negro, o primeiro do time no jogo. Leônidas, terminada a partida, teve de deixar o campo carregado, extenuado.

Sem condições de jogar, na única partida em todo o Mundial em que o craque não esteve em campo, o Brasil perdeu. Na semifinal, jogada em Marseille, no dia 16 de junho, a seleção brasileira perdeu para a italiana por 2 a 1. Era o fim do sonho do título, mas não da Copa do Mundo. Leônidas, recuperado, ainda marcou 2 gols na decisão de terceiro e quarto lugares, contra a Suécia (4 a 2), em Bordeaux, no dia 18.

Leônidas da Silva, o maior jogador brasileiro antes de Pelé, não pôde ser campeão do mundo pela Seleção Brasileira, mas regressou ao país com a medalha de bronze no peito e o título de artilheiro da maior competição de futebol do mundo, com 7 gols.

A DELEGAÇÃO

Chefe: Dr. José Maria Castello Branco;
Técnico: Adhemar Pimenta;
Tesoureiro: Irineu Rodrigues Chaves;
Secretário: Dr. Célio Negreiros de Barros;
Jornalistas: Afrânio Vieira e Everardo Lopes;
Locutor: Leonardo Gagliano Netto;
Médicos: Dr. José Maria Castello Branco e Dr. Álvaro Lopes Cansado;
Massagista: Carlos Volante (contratado na França).

Fonte: Site Oficial
(www.saopaulofc.net)
[!] Enviar esta notícia para um amigo 

Deixe seu comentário também em nossa Lista de Discussão ou participe do nosso Fórum.

23/01 - 23h39 » Tricolor encara o Novorizontino
23/01 - 23h09 » Hudson vê liderança dividida com positividade
23/01 - 23h06 » Hernanes fica de fora até mesmo do clássico contra o...
23/01 - 22h55 » Tricolor conclui preparação antes de cair na estrada
23/01 - 22h55 » Relacionados para Novorizontino x São Paulo
22/01 - 21h19 » São Paulo goleia Guarani e vai à final da Copinha pe...
19/01 - 23h09 » Elenco exalta vitória
19/01 - 23h04 » Jardine: “Era fundamental começar o campeonato desse...
19/01 - 23h00 » Pablo dedica gol à família e fala em “estreia perfeita”
19/01 - 22h55 » Estreia de respeito
19/01 - 10h43 » Tricolor encara o Mirassol na estreia do Paulista
19/01 - 10h36 » São Paulo assina acordo de cooperação ao programa Te...
19/01 - 10h17 » Jardine explica ausências na lista de inscritos
19/01 - 10h15 » Volpi inicia ano como titular
19/01 - 10h11 » Relacionados para São Paulo x Mirassol
18/01 - 01h08 » Nos pênaltis, São Paulo garante vaga na semifinal da...
16/01 - 00h50 » São Paulo goleia e encara o Cruzeiro nas quartas da ...
14/01 - 12h50 » FPF define local e horário dos primeiros jogos das o...
14/01 - 12h48 » Cristiane é do São Paulo!
13/01 - 23h49 » São Paulo vence Ferroviária e está nas oitavas da Co...
13/01 - 13h42 » Tricolor acerta empréstimo de Tréllez ao Internacional
13/01 - 13h41 » Na busca por espaço, Carneiro volta a sofrer problem...
13/01 - 13h39 » São Paulo reencontra Ferroviária brigando por vaga n...
13/01 - 00h25 » Volpi critica 2º tempo e cobra personalidade
13/01 - 00h19 » São Paulo ainda não tem time titular
13/01 - 00h11 » Jardine avalia participação do Tricolor na Florida Cup
12/01 - 17h44 » Tricolor é derrotado pelo Ajax
12/01 - 09h56 » Tricolor e Ajax se reencontram após duelo que não te...
12/01 - 09h48 » Gabriel Novaes vive noite especial com artilharia e ...
11/01 - 10h46 » Volpi diz que vacilo em gol é parte de estilo protag...
11/01 - 10h27 » Jardine fala sobre confronto com os alemães
11/01 - 10h25 » Elenco avalia estreia e projeta evolução
11/01 - 03h40 » Na Florida Cup, Tricolor é derrotado
09/01 - 22h50 » Raí endossa inconformismo de Hernanes e vê time do S...
09/01 - 22h46 » São Paulo empata e encara o Rio Claro na segunda fas...
09/01 - 22h46 » Jardine aprimora entrosamento para estreia na Florid...
09/01 - 22h44 » Willian Farias e Biro Biro vestem a camisa em Orlando
09/01 - 22h43 » Tricolor define numeração para a Florida Cup
08/01 - 23h50 » São Paulo se classifica antecipado na Copinha, em no...
08/01 - 23h46 » Raí exalta preparação de excelência em evento

Digite o conteúdo a ser buscado nas notícias do site:
• Copyright 2003 - Todos os direitos reservados a Tricolormania •
   :: Patrimônio
   :: Elenco
   .: Tabelas
   .: Notícias
   .: Voz do Presidente
   .: Fotos Exclusivas
   .: Vídeos Exclusivos
   .: Gesp
 
   .: Quem Somos
   .: Ideais
   .: Manifestos
   .: Equipe
   .: Juris-Tricolor
   .: Ação Social
   .: Loja Virtual
   .: Página Inicial