.
   :: História
   :: Títulos
   :: Símbolos
   :: Ídolos
   :: Esportes Amadores
   :: Lendas
 
   .: Patacoadas
   .: Entrevistas
   .: Downloads
   .: Links
   .: Charges
 
   .: A 3ª Maior do Brasil
   .: Pesquisas
   .: Feminino
   .: Mirim
   .: Famosos
   .: Eventos
   ::  Organizadas
 
 
 
 
 

São Paulo vence Athletico-PR e fica a apenas 2 pontos do líder Santos


O São Paulo conquistou mais uma vitória importantíssima nesta quarta-feira, a quinta seguida na temporada. Visitando o Atheltico-PR na Arena da Baixada em duelo válido pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro e que havia sido adiado por conta de compromissos do Furacão no Japão, o Tricolor foi eficiente e acabou voltando para casa com o triunfo por 1 a 0, graças ao gol de Vitor Bueno, ainda no primeiro tempo.

Com o resultado, o São Paulo foi a 30 pontos e empatou com Flamengo e Palmeiras na tabela, ficando a apenas dois pontos do líder Santos e podendo, inclusive, assumir a liderança já na próxima rodada caso vença o Vasco, no Rio de Janeiro, e conte com os tropeços de seus concorrentes diretos pelo título do Brasileirão.

O resultado desta quarta-feira também fez com que o São Paulo garantisse a melhor campanha de um time na competição por pontos corridos após a pausa para a Copa América. O Athletico-PR, por sua vez, perdeu a grande oportunidade de colar no Corinthians e passar a brigar, de fato, por uma vaga na Libertadores.

O jogo – O Athletico-PR começou a partida pressionando o São Paulo, sem deixar os visitantes terem espaço para trocar passes. Em certo momento da partida, o Furacão chegou a ter 73% de posse de bola, mas não conseguiu reverter essa superioridade em gols. Tanto é que nos primeiros 25 minutos de jogo os donos da casa incomodaram a defesa adversária apenas uma vez, aos quatro minutos, com Marcelo Cirino, que viu Arboleda travar sua finalização.

Sem conseguir trabalhar a bola e construir jogadas, o São Paulo tinha como única alternativa os chutes de longa distância. Primeiro a equipe do técnico Cuca arriscou de fora da área com Daniel Alves. Depois, Liziero também experimentou, mas ambos não tiveram sucesso em suas conclusões.

Se vendo obrigado a fazer alguma mudança para dar mais dinâmica à equipe, Cuca acabou trocando Liziero e Vitor Bueno de posição. Com o volante aberto pela ponta esquerda, o São Paulo melhorou e foi com essa formação que acabou abrindo o placar aos 39 minutos, quando Liziero cruzou rasteiro para a área, e Vitor Bueno completou para o fundo das redes pouco antes de os times irem para o intervalo.

Segundo tempo

Por incrível que pareça, o São Paulo foi quem manteve a posse de bola no início da etapa complementar e foi dominando o Athletico-PR. Os donos da casa, por sua vez, tentavam agredir a equipe comandada por Cuca de qualquer jeito, mas não encontravam maneiras para que isso acontecesse de maneira efetiva. Sem conseguir levar perigo ao gol de Tiago Volpi, o Furacão viu o Tricolor quase ampliar aos 12 minutos com Raniel, que mandou rente à trave do goleiro Santos em arremate cruzado, mas o árbitro marcou impedimento do centroavante.

Aos poucos, com as substituições, o Athletico-PR foi melhorando na partida e, diante da necessidade de correr atrás do prejuízo, passou a ficar cada vez mais presente no campo de ataque. Aos 27 minutos, Tiago Volpi, enfim, teve de trabalhar em cabeçada de Vitinho, dando um soco na bola e contando com a sorte ao vê-la rebater no argentino Marco Ruben e sair pela linha de fundo.

Aos 35 minutos, Volpi novamente teve que sair da meta para salvar o São Paulo. Desta vez, o goleiro tricolor interceptou o lançamento para Madson, que vinha chegando com tudo para completar para as redes. Vendo seu time passar cada vez mais sufoco em campo, Cuca fez mais uma substituição, tirando Liziero para a entrada de Léo. Desta forma, o Tricolor passou a contar com dois laterais pelo lado esquerdo com o intuito de segurar as investidas do adversário por aquele setor.

Não satisfeito, Cuca ainda colocou Juanfran na vaga de Antony para se segurar de vez na defesa e garantir o resultado importantíssimo para as pretensões do São Paulo no Brasileirão. Aos 45, da beira do gramado o comandante tricolor viu Reinaldo perder a grande oportunidade de matar o jogo, recebendo bom passe de Daniel Alves após excelente jogada do camisa 10, mas o lateral-esquerdo não conseguiu empurrar para o fundo das redes. Assim, coube aos visitantes se contentarem com o triunfo por 1 a 0.

FICHA TÉCNICA
ATHLETICO-PR 0 X 1 SÃO PAULO

Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 21 de agosto de 2019, quarta-feira
Horário: 19h15 (de Brasília)
Árbitro: Daniel Nobre Bins (RS)
Assistentes: José Eduardo Calza (RS) e Lucio Beiersdorf (RS)
VAR: Carlos Eduardo Braga (RJ)

Gols: Vitor Bueno, aos 39 do 1ºT (São Paulo)
Cartões amarelos: Arboleda e Reinaldo (São Paulo); Wellington, Bruno Guimarães e Thonny Anderson (Athletico-PR)

ATHLETICO-PR: Santos; Madson, Pedro Henrique, Léo Pereira e Adriano; Wellington (Tomás Andrade), Bruno Guimarães e Marcelo; Nikão, Rony (Marco Ruben) e Thonny Anderson (Vitinho)
Técnico: Tiago Nunes

SÃO PAULO: Tiago Volpi; Igor Vinícius, Arboleda, Anderson Martins e Reinaldo; Tchê Tchê, Liziero (Léo) e Daniel Alves; Antony (Juanfran), Raniel e Vitor Bueno (Wllian Farias)
Técnico: Cuca.

Fonte: Gazeta Esportiva

• Copyright 2003 - Todos os direitos reservados a Tricolormania •
   :: Patrimônio
   :: Elenco
   .: Tabelas
   .: Notícias
   .: Voz do Presidente
   .: Fotos Exclusivas
   .: Vídeos Exclusivos
   .: Gesp
 
   .: Quem Somos
   .: Ideais
   .: Manifestos
   .: Equipe
   .: Juris-Tricolor
   .: Ação Social
   .: Loja Virtual
   .: Página Inicial